Fardo e Potencial

Uma relação diretamente proporcional

wire-196361_1920

Imagem: Pixabay

 

Já disse antes, diversas vezes, e repetirei, sempre:

“O Criador não atribui a um filho seu, missão para a qual não esteja apto ao êxito.”

Isso é um fato, pois Deus é infinitamente bom e justo. Não penalizaria um filho com fardo que não fosse possível carregar.

Quando penso em desanimar frente à tarefa, ao incômodo e dificuldade que ela representa, reverto o pensamento e olho na direção oposta:

“Se meu Pai, infinitamente bom e justo, deu-me essa tarefa, isso denota e indica meu potencial de luta, resistência e produção.”

Isso assimilado, de uma vez por todas, tão mais complicada e difícil situação que se me apresenta, tão mais confiante me sinto. “Se está diante de mim, é porque já reuni condições de encarar e resolver tal questão.”, concluo.

Ao invés de desanimar ou fugir, encaro confiante.

A compreensão disso, por si só, é mais que mero consolo: é manancial de força, de gana e aponta meu nariz (jamais o queixo) no horizonte…

E pró-sigo.

Amor

candles-492171_1920Imagem: Pixabay

Força motriz de infinitos Universos, energia que anima todos os seres, materializa cada partícula – da menor parte concebível de coisa, à maior massa a se mensurar.
 
O amor está em tudo em todos.
 
Vivo ou latente
 
É força sublime, divino pulsar
 
De vida onde houver
 
Certamente será bênção maior enxergar
 
Reconhecê-lo
 
Viver e amar
 
Privilégio de quem se ama
 
Pra então poder emanar
 
Eu amo a tantas pessoas, tantas e tantas…
 
Ou sou pretensioso, guloso e bufão…
 
Ou afortunado semeador
 
Pouco importa pra mim o juízo
 
O decreto que parte de fora
 
Pra mim basta poder declarar
 
Que vos amo, trago comigo
 
Cada amigo que reconhece em mim
 
A brevíssima fagulha a riscar tempo e espaço
 
É vosso o lume que irradia
 
Quando falo de novo de amor
 
Catarse devida, não reprimida, livre pensar
 
Dedicado a todos amores e amigos, leitores queridos…
 
Dedico, especialmente, à Irene Montania e Angela Sichinel
 
Pela luz que são a me rodear.
#saberamar
#amordemuito
#estúdio1931

Divino Amigo

A cada amigo meu,  amo cada um de vocês.
Obrigado, Gratidão, contem comigo.

Há bênção divina
A cada dia
Sobre cada um de nós
Todos os dias
Há bênçãos pra nós

A qualquer momento
Paira no ar
Milagre divino
Possibilidade nos limites do impossível
A fluidez da tua prece

O ‘querer’
Contradiz tradição
Inutiliza estatísticas
Ignora o mal
É Poder

Ontem vi uma bênção
Hoje cedo estava lá…
Outra

É quando o meu pranto
Materializa o sopro
Do Pai sobre mim
Hoje eu vi nova bênção
Em forma de amigo
Me dando a mão

Bom dia

 

 

Pai Nosso segundo O Burro Velho

JH

 

“Pai nosso, que estais no céu”, como podes, meu Pai, ser tão generoso, tolerante, amoroso e caridoso com todos os seus filhos?

“O pão nosso de cada dia”, deixa ao alcance de todos nós os frutos mais doces, as palavras dos amigos, os gestos dos idosos, a sinceridade das crianças… As oportunidades que permitem a cada um de nós construir viver, cultura, progresso, evolução, as crias…

“Perdoai as nossas ofensas”, continue, Pai querido, a colocar os frutos ao alcance, e no limite da minha estatura… pouquinho acima… pouquinho acima. Deixe que seu filho experimente o fruto de cada semente que jogar… deixe.

“Mas, somente à medida em que aprendo a perdoar meus devedores”, prova, Pai, all the time, este filho torto, bem criado, porém teimoso, abusado e brigão. Mostra pra mim o sabor do meu próprio fel, o torpor do meu próprio veneno, a dor da minha investida, mostra, mostra…

“E não me deixe, Pai, nunca mais, cair em tentação”, que esteja sempre presente e ao meu alcance tudo aquilo que aprendi a evitar, que a cada dia eu possa reforçar meu caráter submetido aos testes seus. É minha, Pai querido, esta decisão, eu confio nas lições que aprendi, eu confio em mim.

“E livra-me de todo o mal do qual eu não seja merecedor”, diante de ti, admito meus erros, me envergonho, padeço, rastejo, me arrasto, choro… para então depois me levantar, fazer minha colheita… e que eu sempre encontre, Pai, a força necessária à colheita digna, decente e edificante.

Graças a Deus!

#estúdio1931
#enãomerela

Portas Abertas

Não há sequer uma porta fechada”, para você ou para mim.

Toda porta exige determinada chave.

Foque nas chaves… nas chaves!

O êxito reside em jamais desistir, em estar sempre em atividade e numa determinada direção, só numa.

Foque naquilo que você tem completo e absoluto controle sobre. Todo o resto não lhe diz respeito.

Faça o que está ao seu alcance, é que lhe cabe; é por isso que você responde.

Mas faça tudo o que estiver ao seu alcance.

Considere cada obstáculo, cada obtuso do caminho, uma bênção, uma oportunidade; saiba tirar proveito de sua existência exatamente onde ele está.

Você será feliz (bem-sucedido) independentemente do êxito na tarefa.

Lembre-se: sua missão primária é se tornar pessoa melhor. Todo o resto é secundário, degrau, caminho, veículo, meio.

Bom dia, luz do dia!

#estúdio1931
#facanosdentes
#sanguenosolhos
#enãomerela